Imagine com Harry Styles - Superhero - Sexta Parte


Fiquei quieta, ela estava rindo, mas na verdade eu pouco me importava com isso. Ainda sentada, olhei para o sorvete de limão que estava na bancada e comecei a imaginar o sabor, ainda estava com fome.

- Quer? - perguntou me tirando dos pensamentos, eu deveria estar o encarando há muito tempo.

- Sim, o de limão, por favor.

- Na taça ou na casquinha?

- Taça. Costumo derramar sorvete na minha roupa. - fiz uma careta.

O tempo passa e eles finalmente chegam, o problema é que nenhum dos meus dois preferidos tiravam os olhos de mim, e eu muito menos deles.



- Harry On -

- Para com isso Niall! Para! - eu dizia gritando a sua frente.

- Mas você é apaixonado por ela não é? Você quer enganar a quem que está apaixonado pela sua empregada?

- Ela não é minha empregada, ela é minha assistente!

- Está abaixo de você do mesmo jeito - disse com desdém.

- Ei o que está acontecendo aqui? - Liam entrou nesse momento, estávamos vermelhos e suados. Permanecemos em silêncio - Eu perguntei o que está acontecendo aqui! - disse duramente.

- O Niall que é um idiota!

Definitivamente, eu não era um cara muito bom nas horas da raiva. Ficava descontrolado e acabava gritando com qualquer pessoa que estivesse na minha frente. Já tentei me controlar várias vezes, mas nenhuma delas teve sucesso.

- Alguém pode me explicar o que está acontecendo? - disse mais calmo.

- Nós estávamos brigando. - eu disse.

- Nem percebi - falou irônico.

- É que.. é que eu gosto muito da (S/N). - engoli seco, Niall levantou-se do sofá e foi para fora da sala. - Acho que estou apaixonado por ela e quando ela disse aquelas palavras importantes primeiro eu fiquei sem reação. Ela foi embora chorando pros braços do Niall e eu juro que agora que eu tenho certeza do que sinto percebo o quanto ela é importante pra mim. Eu faria qualquer coisa pra trazê-la de volta.

- Mas porque vocês estavam brigando então? - perguntou juntando suas mãos.

- Niall também é louco por ela e fica inventando qualquer motivo pra dizer que não é o suficiente. Como se ele me botasse no topo e ela lá embaixo, como se eu não conseguisse enxergar nossas diferenças sozinho.

- E porque você não está contando isso pra ela, agora.


Fiquei em silêncio e me deitei observando o teto do camarim. Suspirei algumas vezes e nada do que pensei se encaixava no que eu queria.

- Não sei Liam.

- Então vai atrás dela - se levantou e caminhou até o frigobar pegando uma garrafa de água, então a porta se abre. - Não vai ser mais preciso.

- Oi (S/N). - fiquei paralisado.

- Oi, é rapidinho. Só pra te avisar que a sua mãe ligou de novo e ela parece com raiva, diz que não atende o celular e que é a quarta vez que liga.

- Ahn, obrigado.

Ela saiu e Liam me encarou confuso.

- O que foi? Era pra eu ter saído?

- Não, tudo bem. É melhor deixar as coisas acontecerem naturalmente.

- Se quer assim. - deu de ombros.

...


- Niall, o que você está fazendo aqui?

Perguntei assim que abri a porta. Estava em casa há alguns dias isolado do mundo. Ficava pensando se deveria ligar ou esperar sua ligação. Então a visita que eu menos esperava era dele, mesmo sendo um dos meus irmãos.

- Olha cara, vim te dizer que algo abriu os meus olhos. Não era dela que eu gostava, só da sua companhia. Eu sou carente tá. - ele disse me olhando de canto e segurando um pequeno riso.

O encarei e comecei a rir também, logo se transformando em uma gargalhado de ambos e nos abraçamos, demos tapinhas nas costas e comentamos o quanto toda essa situação havia sido ridícula.

- Sem ressentimentos sobre o aniversário do Josh né?

- Do quê?

- Que eu tinha levado a (S/N) pra minha casa e tinha rolado sabe? - ele ficava sério. - e você até tinha ido cuidar do Zayn bêbado.

Ele continuava sério, me olhou e vi seus punhos cerrarem.

- Não acredito que você fez isso! - disse indignado.

- Calma Niall, acabamos de rir de tudo isso. - ele se sentou no sofá e recostou a cabeça suspirando.

- Tem bebida aí? - sorri.

- Niall On -

Passamos toda a tarde conversando sobre a (S/N), o que me fez abrir ainda mais os meus olhos para saber que eu só sentia atração e ciúmes de uma amiga. Conversamos bastante e assim que liguei para Kate na manhã seguinte ela fez o favor de me avisar que a garota estava indo para a sorveteria, então eu surtei tendo uma ideia maluca.

- Harry, acorda! - disse o chacoalhando, acabei dormindo aqui.

- O que foi? - disse sorrindo.

- Que bom que está de bom humor, porque eu tive uma grande ideia. - fiz carinha de malandro e ele riu mais um pouco, me pedindo para continuar - que tal você ir falar pra ela o que sente e acabar com essa história de uma vez.

- Ahn?

- A Kate me disse que a (S/N) está indo até a sorveteria, vamos até lá conversar e sei lá você leva ela pra um cantinho e conta pra ela o que você sente.

Ele parou e olhou para o teto desmanchando o seu sorriso. Ficamos em silêncio por um tempo e ele se levantou indo em direção ao banheiro.

- Sabe Niall, essa sua ideia é, me desculpa, mas é estúpida e pode ser que dê certo. Afinal vamos só conversar e eu não tenho nada a perder não é? - disse animado, assenti.

- Você On -

O clima estava tenso desde que entramos no parque público. O Harry começou a caminhar mais próximo de mim e meus pelos começavam a se eriçar toda vez que nossas mãos se encostavam. Niall que estava a nossa frente andava ao lado de Liam e Kate, qual vez ou outra trocavam olhares que significavam algo a mais. Então por um momento, todos se afastaram para ir atrás de alguma coisa. Como as minhas pernas estavam tremendo eu preferi ficar parada e o Harry me acompanhava, quando me puxou e sentindo ser observada por todos, me levou até perto dos arbustos começando a falar:

- Olha, eu sei que a nossa história não tem sido muito longa e nem tem aquela mágica que vemos nas outras pessoas. Só olha nos meus olhos e você vai saber que eu estou nervoso o suficiente pra me embolar com as palavras de uma forma que eu jamais tinha feito. Sabe disso porque você foi a única garota que eu permiti ver isso. Não posso te prometer que se você aceitar o que eu estou prestes a te pedir o nosso relacionamento vai ser o melhor de todos, eu sei que chegarão horas em que nenhum de nós vai querer estar junto e só vamos concordar em uma coisa que seria pular fora dessa vida, e que se nos amarmos ao mesmo nível nós dois vamos querer esquecer os problemas e pegar a auto-estrada no meio da noite, e eu faria isso pelo resto da minha vida só porque eu te amo - disse sério - (S/N), você aceita se casar comigo?

...

- Comecei a tremer e fiquei olhando em volta, o frio começou a contaminar o meu corpo e a única vontade que eu tinha, naquele momento, era correr e me esconder em um lugar que ninguém pudesse ver as minhas lágrimas.

- De felicidade né - minha tia disse rindo - mas e o anel?

Olhei para o meu dedo ainda sem aliança.

- Ainda não tenho, mas me sinto como se estivesse o usando há um longo tempo - sorri - droga, tia eu preciso ir! Marcamos um jantar hoje e eu não posso me atrasar.

- Tudo bem, mas eu tenho o palpite de que ele vai te dar esse anel hoje.

- Também acho, sabe, que isso fique entre nós mas eu estava arrumando a mala dele e quando eu fui pegar algumas camisetas uma caixinha azul caiu, não tive coragem de abrir mas tinha escrito Tiffany & CO. - dei alguns pulos de felicidade. - não comentei nada com ele, mas ainda sim vai ser surpresa já que eu ainda não vi o anel - sorri e caminhei até a porta, dei um abraço na minha tia e fui rumo ao carro. Recebi uma ligação:

- Oi amor!

- Oi, só queria saber se você ainda lembra do nosso jantar. - disse rindo.

- Lembro sim, estou a caminho.

- Tá bom, anda logo que eu estou te esperando.

Desliguei e segui rumo ao apartamento relaxando no banco do carro. Olhei para o teto e sorri sozinha ao pensar nas coisas maravilhosas que estavam acontecendo. Então ouvi um baque.

- Anda, vamos! - a porta havia sido aberta. - passa a bolsa. Anda! Se gritar você morre!

Comecei a chorar no momento de desespero, assim que ele me puxou para fora do carro.

- Anda! Vai, encosta aí! - dizia baixo mas sua voz era firme. - Abaixa, fica abaixada!

Quando ele empurrou minha cabeça contra a lataria do carro gritei assustada pelo movimento brusco, então senti uma ardência na barriga.

- Eu avisei - e ele saiu correndo.

Dentro de alguns segundos alguém apareceu. Não pude perceber quem era mas gritava por socorro, meus olhos estavam embaçados pelas lágrimas descontroladas que caiam sobre mim, começando a se misturar com o sereno da chuva londrina.

- Fica pressionando minha princesa. Vou chamar uma ambulância, fica pressionando. - foi no momento em que passei as mangas do casaco pelos meus olhos eu sorria por perceber que ele estava ali. A dor ficava um pouco mais forte, então comecei a pressionar com mais força até que a ajuda chegasse me levando para o hospital, junto com o meu herói.

...

- Então Dr., como ela está? - o noivo perguntou nervoso.

- Os dois estão bem.



Nossa Senhora, não sei o que dizer. Mas é meu primeiro final, aêê!
Estou aprendendo a melhorar os finais para a fanfic Apparently,
nela eu não quero deixar ninguém decepcionado :)

10 comentários:

  1. Que perfeito!!
    Mas superhero acabou?? Porque se acabou eu acho q vc deveria escrever só mais um falando sovre o casamento deles e mais coisas ... mas é só uma ideia se a fic acabou realmentee (eu fiquei meio consusa se acabou ou ñ me desculpe )
    Mas a fic é perfeita!!!
    Ha e se vc poder me reponder dizebdo se a fic acaboy na sexta parte ou ñ eu ficaria muito feluz prara esclarecer essa minha duvida !!
    Malikisses!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. TINHA acabado, mas aí esse povo aqui embaixo que não lê as notinhas ficou pedindo pra continuar. Bateu um peso na consciência e eu fiz um epílogo!

      Excluir
  2. Aaaaa OMJ! EU PRECISO DA CONTINUAÇÃO! continua ta linda?!

    ResponderExcluir
  3. perfeitamente perfeito continua por favor se eu morro

    ResponderExcluir
  4. Poxa agora a s/n (kkk) vai ter que fazer DNA, pra descobrir se é do Harry ou do Niall ( kkk brincadeirinha, então, sem mimimi pf )

    ResponderExcluir
  5. Me adiciona no tal grupo do whats dos boys?? 044 9738 9268

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já falei com a responsável, agora é só esperar por ela. O nome dela é Duda!

      Excluir
  6. Oie
    Meu deus vc nao pode terminar o superhero assim vc tem que continuar esse imagine
    Ta mt perfeito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou continuar gatinha, vai ter um epílogo!

      Excluir

Obrigada por comentar
Críticas construtivas são aceitas.
Não desrespeite as autoras do blog. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão excluídos.
Não peça para divulgar seu blog/página, existe uma página para isso aqui.
A comentário tem que ter relação com o assunto da postagem
Deixe o link do seu blog no final (sem o http) para retribuir a visita
Não aceito mais selos
Volte sempre ♥