Burn - Capítulo 10


Eu mal conseguia sentir meu corpo. Os hematomas estavam por todos eles e eu ainda me perguntava o motivo disto tudo estar acontecendo comigo. Paris era de ser um sonho e não um horror como estava sendo. Minha melhor amiga estava desaparecida, nenhum sinal dela pela escola, nenhum telefonema, absolutamente nada. A escola continuava a mesma porcaria. O grupo de Amy me lançando olhares e Mark, por mais incrível que parece tinha se esquecido, pelo menos por algum tempo, de mim. Isto porque Amy havia reclamado com ele. Nunca pensei que diria isto, mas devo uma a ela.
Zayn é uma das partes boas desta viajem. Quando o movimento na loja estava parado eu conversava com ele, já considerava ele como um grande amigo e em muitas destas conversas sentia meu coração bater mais forte, como por exemplo a vez que ele me disse que não namorava no momento, porém ele conseguia me deixar magoada por alguns segundo ao descobrir que já foi noivo. Apenas algo de amigos, e estes são para contar sempre e neste momento eu precisava dele, pois hoje a vida decidiu colocar alguns obstáculos e coisas ruins no caminho. 
- Zayn -disse com voz fraca. 
- Sarah? O que aconteceu, está rouca?
- Não, só não estou me sentindo bem, com alguns roxos. Será que pode vir me buscar?
- Já estou a caminho. Fica calma, já, já chego ai.
Continuei inconstada na parede da lateral da escola, poucas pessoas ficavam ali. A maioria logo ia para casa e outra ficavam na escola por causa dos treinos. Os minutos se arrastavam e nada dele chegar, queria ir para casa, não meu apartamento. Me refiro a minha casa, junto a minha família e amigos. Deixei meus olhos fecharem por alguns instantes na tentativa de relaxar. Quando volto a abri-los encontro quem eu menos esperava e desejava. Amy e Mark acompanhados de seus companheiros de torcida e time, respectivos a cada um. Continuei calada observando apreensiva a figura deles parada em minha frente. Eles poderia me dizer poucas e boas só não queria ser agredida mais uma vez naquele dia. Foi muito para um dia só. Amy se abaixou, ficando da mesma altura que eu
- Quero deixar bem claro, na próxima vez que você se aproximar do meu... - Amy começou porém foi interrompida pela batida forte de uma porta, mais especificamente de um carro. Olhei procurando por um e o de Zayn estava estacionado perto da onde eu estava e ele já se aproximava de nós. 
- Posso saber o que está acontecendo aqui? 
- Hum, nada. Trocando ideias. 
- Isso, trocando ideias -Mark concordou rapidamente com sua namorada e encarou Zayn. 
- Já estamos indo. Até amanhã Sarah - Amy se despediu e foi acompanhada pelos seus amigos e os de Mark, que também se foi. 
- O que aconteceu? 
- Foram eles Zayn. 
- Vem, se apoia em mim, vou te levar ao meu apartamento e lá conversamos sobre isso. Só preciso fechar a loja. 
Acompanhei ele até e permaneci no carro enquanto ele passava o cadeado na porta. Logo ele já estava de volta e dirigia em direção a seu apartamento que não era tão distante de seu emprego. 
Ele me auxiliou a sair do carro tomando cuidados com meu machucados, alguns arranhões e outros deixavam escapar um pouco de sangue. Deixei sair um gemido baixo ao sentir o toque dele em parte de minha barriga, claro, além de tapas alguns chutes já eram de se esperar.
Cuidadosamente, ele me deixou no sofá indo buscar alguns curativos e cuidando dos ferimentos. Agradeci a ele e expliquei como tudo aquilo havia acontecido.
" Como eu pensei que ele havia se esquecido parcialmente de mim e se afastado, imaginei que aqueles dias de tortura haviam acabado, porém hoje ele me surpreendeu me beijando. Eu simplesmente não correspondi, estava cansada dele me usar e tomei coragem para dizer que ele que se danasse. Mas não foi isso que aconteceu. Ele me deu um tapa, como já havia feito em outras vezes que eu não correspondia o beijo. Depois do tapa, o beijei normalmente, mas Amy a namorada dele viu e da primeira vez que nos desentendemos ela disse que se Mark traísse ela comigo ela poderia fazer coisas de que eu não seria capaz. Não fico com Mark porque o amo, apenas não queria ser abusada, está bom enquanto são só beijos. Mas dessa vez Amy acabou me dando tapas e chutes enquanto eu me contorcia no chão e não conseguia me defender"
-Foi horrível Zayn. -deixei uma lágrima teimosa cair.
- Shiu, está tudo bem agora. Estou com você. Está decido, você irá morar aqui a partir de hoje, vai que esse maluco decide ir no seu apartamento e fazer coisas horríveis. E eu vou começar a te levar e buscar na escola e depois irá voltar comigo.
- Tudo bem
"Será bom a companhia dele"
- Está se sentindo bem?
- Um pouco.
- Olha, eu preciso sair para resolver alguns assuntos. Tem lasanha no forno, só precisa aquecer ela. Antes da seis estou de volta.
Ele deixou um beijo na minha testa e saiu. Aproveitei e liguei para Lucy relatando tudo novamente. Ela lamentou por mim e o que estava acontecendo e desejei que ela pudesse passar alguns dias aqui em Paris, seria maravilhoso. Sobre Niall, neste tempo decidi me afastar e sermos somente amigos. Prometi para mim mesmas que não queria mais confusões por ciúmes. Lucy prometeu que ele me ligaria mais tarde, isso seria bom. Estava com saudades de nossas conversas e aproveitaria para pedir algumas dicar sobre Zayn.
Passei a tarde assistindo filmes, aliás Zayn tinha uma coleção muito boa e coleções completas de seriados. Tinha como esse homem ser mais perfeito? Sim, a coleção de vinis era melhor ainda.
Acabei adormecendo enquanto assistia um episódio de Friends. Meu celular tocando me despertou e nossa, eu dormi muito. Quase nove horas e nada do Zayn. Deve estar preso no transito. O nome Niall estava estampado no visor do celular. Conversei como se nada houvesse acontecido e omiti a parte do que aconteceu hoje, não queria deixá-lo preocupado e além disso Zayn acabara de chegar com uma garrafa de Whisky na mão. Me despedi rapidamente e fui até ele.
- Zayn, você tá bêbado
- 'Tô nada Sarah, eu tô é muito dos bons.
- Vem, você precisa de um banho.
- Nãaaaaaaaaao. Banho não, por favor Saraaah não faça isso comigo.
-Vem logo.
Liguei  o chuveiro no frio e empurrei ele para lá debaixo com roupa e tudo o fazendo voltar para realidade depois de um tempo. Deixei ele terminar normalmente e quando saiu já vestido com roupas limpas e secas entreguei remédio para dor de cabeça, antes que essa chegasse.
O álcool ainda tinha um certo controle sobre Zayn, dei boa noite para ele que já estava deitado e estava disposta a ir ao quarto de hóspedes, onde seria meu novo quarto até que ele resmunga
- E meu beijo de boa noite? Não ganho?
Soltei um risinho baixo e beijei sua testa. Fui me levantar para sair novamente quando ele prende meus braços e tomando meus lábios nos deles.

-------------------------------------
Olha, um big capítulo. O final tá meio ruim mas desculpa eu to com muita cólica. Tento postar amanhã de novo e já tenho um layout novo para mudar no ano novo.
Espero alguns comentários.
Jana

11 comentários:

  1. q perfeito eu to amando a fic á muito bom!!!!!
    zayn e sarah!!!

    ResponderExcluir
  2. Continua fofa,você é uma ótima escritora e tem um dom continue assim! ;)

    ResponderExcluir
  3. TE amo!!!! Perfeito!!!!

    ResponderExcluir
  4. Senhor, cada capítulo que eu leio eu acho a fic mais perfeita! Continua logo, por favorzinho.
    Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  5. Beijo, beijo, beijo! Uhuuu! Continua gata :*

    ResponderExcluir
  6. tá nada de ruim tá ótimo amei principalmente o final
    tá maravilhoso continua pfv
    De: Jessyka Horan

    ResponderExcluir
  7. Continuaaa ta perfeito!!! :)

    ResponderExcluir
  8. continua tá perfeito !!!!! =D

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar
Críticas construtivas são aceitas.
Não desrespeite as autoras do blog. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão excluídos.
Não peça para divulgar seu blog/página, existe uma página para isso aqui.
A comentário tem que ter relação com o assunto da postagem
Deixe o link do seu blog no final (sem o http) para retribuir a visita
Não aceito mais selos
Volte sempre ♥