Make Me Wanna Die - Capítulo 10


Me beije como se quisesse ser amada. Você quer ser amada, você quer ser amada. Isso é como se apaixonar. É como se apaixonar, nós estamos nos apaixonando. / Kiss Me -Ed Sheeran.
 Começando do zero.
Eduarda Voice's.

Talvez eu esteja errada, eu deveria ter sido mais forte. A quem eu quero enganar, eu estava mentindo para mim mesma.Como eu poderia perder ele ? Como eu poderia saber o que sentia ? Muitas perguntas para uma resposta, eu amo ele. Tinha uma montanha entre a gente, mas tem algo que eu tenho certeza agora. Oque eu sei que sinto por ele. Eu sei oque realmente sinto por ele agora. Como diriam amor e ódio andam lado a lado. Eu estou disposta a correr esse risco, me apaixonar por ele poderia ser errado, mas eu posso morrer me arrependendo de ter feito algo errado, então que seja. Vou viver o hoje e viver intensamente. Separei nossos lábios e abri meus olhos vendo-o permanecer com os olhos fechados. A brisa gelada batia em nossos rostos, mas eu ainda conseguia sentir a respiração quente de Harry bater em meu rosto.

Harry: Eu estava receoso, achei que você diria não.
Duda: Por que eu diria não ?
Harry: Porque você parece me odiar.
Duda: Esqueça isso -ele sorriu e pegou na minha mão-
Harry: Eu amo esse seu jeito, cada detalhe seu -passou a outra mão que antes estava na minha cintura pelo rosto- Você é diferente das outras garotas, não se rendeu fácil. Você me encantou por ser diferente, me sinto eu perto de você, mas eu Harry pessoa, não Harry Styles o astro pop.
Duda: Eu não sei oque você viu em mim, eu não entendo isso mesmo. O porque de você me escolher.
Harry:  Cause with your hand in my hand and a pocket full of soul. I can tell you there's no place we couldn't go-sorri pra ele ao vê-lo acompanhar a música que tocavam agora-
Duda: Just put your hand on the glass. I'll be tryin' to pull you through, You just gotta be strong.
Harry: Cause I don't wanna lose you now, I'm lookin' right at the other half of me. The vacancy that sat in my heart., is a space that now you hold.
Duda: Show me how to fight for now, And I'll tell you, baby, it was easy. Comin' back into you once I figured it out, You were right here all along, It's like you're my mirror. My mirror staring back at me.
Harry: I couldn't get any bigger, With anyone else beside me And now it's clear as this promise. That we're making Two reflections into one Cause it's like you're my mirror. My mirror staring back at me Staring back at me. -Ele sorriu terminando o refrão- A música sempre fala por nós, percebe ?
Duda: Por incrível que pareça, sim.

Isso era apenas o começo de tudo, eu estava começando a me apaixonar por Harry, isso me parecia tão fácil agora. Era como se aquele sentimento que estivesse preso dentro de mim agora quisesse se libertar de novo. Mas, antes não passava de um amor de fã, uma menina inocente que não sabia nada e se refugiava em uma banda para sofrer menos, ou para pelo menos tentar esquecer toda dor que passará. Eles eram meu refúgio para tentar esquecer todos os problemas que tomavam conta do meu dia-a-dia. Não nego, me ajudaram muito sim. Mas, depois daquela decepção com Harry eu tirei forças de mim mesma para seguir em frente. Você não sabe a força que tem, até que sua única opção seja ser forte. Mas, isso faz anos e eu estou disposta a começar tudo do zero com Harry. Isso não pode ser tão errado, eu não posso viver uma apenas de tristezas e lágrimas, Lucas me dizia isso antes da leucemia o levar de mim. Lucas será para sempre inesquecível para mim, meu primeiro amor, poucos sabem o valor disso. Isso são lembranças que nunca irei me esquecer. Foi difícil passar por tudo isso, mas com o tempo eu aprendi a sorrir, mesmo com lagrimas nos olhos.

Eu sei que se apaixonar em um mundo onde sentimentos não têm valor é quase como um suicídio, mas isso foi inevitável. Por mais que eu não aceitasse, eu estava começando a sentir algo por ele. Não era mais o sentimento de fã, até porque agora eu o conhecia, eu sabia como ele era. Eu tentava entender o lado dele da história. Tudo isso me parecia soar idiota em minha cabeça, mas era a verdade. Eu sempre fui assim confusa, muito confusa. Eu ria muitas vezes das coisas que ele me dizia para fingir que não me afetava, mas afetava sim. Claro, ver ali em minha frente o garoto que eu “gosto” –digamos assim- te dizer coisas absurdamente ofensivas, pelo menos para mim. Desde que tudo isso começou umas semanas atrás eu sempre sentia um aperto no peito toda vez que ele ia me xingar ou me acusar de algo, tinha insônia durante a noite pensando em como seria o próximo dia ao lado dele, aquele que em minha mente eu odiava. Ou, até mesmo quando ouvia uma música deles e sentia meus olhos marejarem lembrando de como eu consolei com isso um dia. Toda vez que minha cabeça estava desocupada eu procurava ler, ler para não ter ele em mente. Depois da noite que ele dormiu em casa, em sonhos eu sentia que procurava alguém na minha cama, que estava vazia. Ouvia falar o nome dele e sentia-me coração acelerar e quase pular fora do peito. Qualquer momento livre que eu tinha eu me pegava pensando nele, e eu sei. Eu sei que tentei me enganar todo esse tempo, mas agora não pretendo mais esconder o que sinto, pelo menos não de mim. Talvez ninguém além de mim precise saber de como esse sentimento cresce em mim, porque eu estou me apaixonando de verdade por Harry Styles, isso é tão comum, mas ao mesmo tempo me gera tanta confusão em minha cabeça.

Harry me puxou para perto de si me abraçando forte, como se não quisesse me deixar ir embora mais. Entre nós aqui poderia estar tudo certo, mas o que Simon diria eu não sabia, na verdade ninguém sabia. Era pra ser tudo uma farsa, mas agora é tudo real. Esse namoro tinha data de validade e agora? Se eu e ele não ficarmos juntos é perigoso acabarmos com a farsa ainda, ah meu Deus. Que difícil, quando eu acho a resposta pra uma pergunta à vida me traz outras perguntas.

Duas semanas depois.


Bem, eu parei de me atormentar com isso e decidi que vou aproveitar um pouco. Só não sei até que ponto isso será verdadeiro. Não sei como vai ser, quando tudo passar e eu tiver que ir embora de Londres daqui uns meses. É melhor eu parar de pensar nisso, mal comecei a namorar e já estou caçando problemas para minha relação. Que tipo de pessoa eu sou? Harry me soltou e começou a sorrir aquele sorriso que só ele sabia dar e que me parecia tão falso, agora me parece o mais lindo do mundo
Senti um flash sobre meu rosto, era o que me faltava. Essa bosta de paparazzi aparecer por aqui. Esses caras não dormem não? Eu realmente gostaria de manter meu namoro fora da mídia o máximo possível, a mídia estraga milhões de namoros, tudo eles fazem o maior bagunça e todo mundo vê coisa errada onde não tem. Deixa-me com muito ódio isso, antes eu não ligava, afinal, não tinha nada para eles estragarem. Mas, já agora é diferente. Não que isso vá estragar algo, mas odeio não ter paz. Harry pegou minha mão e sorriu. Estavamos no centro de Londres, novamente. Uma semana para o natal, estava tudo lindo um sonho.

Harry: É melhor irmos não é? Eu sei que você não gosta das luzes.
Duda: Como sabe?
Harry: Já percebi á um tempo, mas era seu dever. Agora nem tanto, só mais por cima pra eles não acharem que é farsa.
Duda: Mas, a principio era e eles não desconfiaram. Odeio os flashes, por mim nos manteria no escuro.
Harry: Agora você não pode esconder mais, o mundo já sabe quem nós somos-ri fraco andando de mãos dadas comigo até o carro-
Duda: Eu sei, mas não quero um namoro na frente das câmeras. Mas, sei que é necessário.
Harry: Não quer um amor na frente das câmeras?
Duda: Sinceramente? Não! Não gosto dessa realidade, mas acho que vou me conformar.
Harry: Isso pode ser bom por um lado.
Duda: Qual? Eu realmente não vejo lado bom.
Harry: Eu também não sei, só falei pra não deixar o clima tão chato... –rimos e voltamos a fazer nosso caminho- Ainda me odeia ?
Duda: Que pergunta hipócrita Harry –olha rindo pra ele- Se eu te odiasse tinha aceitado namorar com você ? Não! Cada coisa.
Harry: Tem razão –ri- Sei lá, sou inseguro as vezes.
Duda: Jura? Nem percebi queridinho– fala irônica e ri-
Harry: Não muda mesmo, gênio forte? Imagina –riu e antes que eu pudesse abrir minha boca para retrucá-lo como de comum, ele se pronunciou- Já imaginou como vai ser daqui pra frente ?
Duda: Não tive tempo e nem quero. Se eu for parar para pensar no amanhã, já melo todo esse namoro.
Harry: Oras, mas por quê?
Duda: Eu tenho esse defeito de sempre achar um defeito em algo, mas isso não vem ao caso Harry. Corta esse assunto vai. -Entramos no carro e Harry despencou a falar novamente as idiotices dele, achava defeito em algo em mim e falava só para me provocar. É realmente certas coisas não mudam nunca- Harry por Deus, como você pode ser tão tonto? –eu ri dele-
Harry: Eu não sou tonto –se defendeu- Só estou falando a verdade, oras.
Duda: Esse seu papinho “doce” não cola comigo não.
Harry: Eduarda para de ser desconfiada, eu estou falando a verdade –ele falou em um tom que me pareceu sincero- Você sempre tirou-me sono, antes de um jeito, ultimamente de outro. –suspirou- Você gosta de finais felizes não?
Duda: Prefiro coisas sem fim. Aliás, que porcaria isso aqui não é um conto de fadas Harry.
Harry: Por que diabos você sempre estraga o romance ?
Duda: Eu estrago o romance? Ou, será que você que é muito bobo? Harry a gente mal começou a namorar e você já pensa nisso.
Harry: Eu sei que sou muito apressado, mas fazer o que. É que existe uma enorme confusão nos seus olhos, e eu tento decifrar desde o dia que te vi de algum jeito. –ele também percebia- Eu queria te entender Eduarda.
Duda: Eu sou complexa Harry, sou uma mistura. Me perco, me procuro e me acho. E quando necessário, enlouqueço e deixo rolar. Não me dôo pela metade, não sou meio amiga. Ou sou tudo ou sou nada. Não suporto meio termos, sou uma pessoa de riso fácil... mas de choro também –despejo tudo rápido sem dar conta que acabo de me entregar-
Harry: Por isso eu não esperava. Mas, de alguma forma quando eu te “conheci” aquele dia em Londres eu sabia que você era diferente. Talvez eu tenha demorado para perceber que era você que eu queria, mas o fato foi que eu percebi á alguns dias que era você. Naquele momento em que você em meio as nossas brigas marejou os olhos e você disse “Você me faz querer morrer”, eu senti um pontada no peito e tive a certeza, que dali em diante eu não poderia te perder. Mas, sabe eu te vejo de outra forma também.
Duda: Como ? –pergunta curiosa-
Harry: Você aparenta ser super forte, mas não é. É uma garotinha que precisa de ajuda, que precisa de alguém para guiar. É meio doce e meio acida, em alguns dias se sente fraca. Sente vontade de se esconder e chorar, porque não quer fazer isso em publico, odeia públicos. É manhosa, apressada, quer que tudo aconteça na hora, agora e já, logo de uma vez. Você é daquelas que a gente gosta de primeira, se apaixona na segunda e perde a linha na terceira.
Duda: Harry Styles me surpreendendo cada dia mais.
Harry: Sou melhor do que você pode imaginar queridinha – para o carro em frente ao meu prédio-
Duda: Idiota - rimos e descemos do carro-
Fomos para o meu apartamento enquanto eu ouvia as idiotices de Harry, ele só sabe falar asneiras, eu só ria de tudo. Saímos de elevador e corremos até meu apartamento, já disse que competimos por tudo?
Duda: Ganhei! –Disse rindo entrando correndo em casa-
Harry: Não é justo você saiu primeiro –disse inconformado-
Duda: Você não sabe perder Harry, isso sim –mostro a língua-
Harry: Quem mostra língua pede beijo –me pega pela cintura me prensando na parede-
Duda: Prefiro beijar o chão.
Harry: Mentira –ele me beijou colando nossos corpos-

Continua...

-------------------------------------------------------------------------------------------------
Olá, como estão amores ? Eu gostei desse capítulo, não tanto quanto o outro, mas gostei. Bem tenho duas coisas pra falar sobre a fic, primeira no próximo capítulo terão insinuações de sexo, nada muito pesado. Segunda, a fic está entrando nas retas finais, acho que não chega ao capítulo 20, mas bem isso veremos daqui pra frente. Beijo e comentem. 
Continuo com 10 comentários.

5 comentários:

  1. Nossa meudeus continua por favor ta perfeito!

    ResponderExcluir
  2. PelaMorDeDeus vc tem que continuar até a septuágésima nona temporada se for possivel, eu AMO essa fic, cara eu ficou no chão com ela, tem que continuar com ela, POR FAVOOOR !

    ResponderExcluir
  3. Aiiiii q divoooo <3333333333

    ResponderExcluir
  4. Caaaara, eles juntos são engraçadinhos!! Tem sempre uma piadinha, um alfinetando o outro, declarações inesperadas, romance, corte de romance, um conhece o outro muito é se surpreende com coisas que não conhece!! Eu amo isso!!! S2

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar
Críticas construtivas são aceitas.
Não desrespeite as autoras do blog. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão excluídos.
Não peça para divulgar seu blog/página, existe uma página para isso aqui.
A comentário tem que ter relação com o assunto da postagem
Deixe o link do seu blog no final (sem o http) para retribuir a visita
Não aceito mais selos
Volte sempre ♥