Imagine Hot Zayn - Love More


 www

Gente, não aconselhável para menores de 16 é, tá muito explícito. Mas leiam se quiser, não digam que não avisei. Divirtam-se. E sem plágio okay? c:

Zayn's P.O.V.

Ouvi o som da buzina ecoar. Já deviam estar impacientes pela minha demora porém eu não estou com a mínima vontade de me levantar do sofá e desperdiçar o resto da noite em um pub que eu mal conhecia. Ouvi o som novamente e estava próximo de ser morto mentalmente por meus amigos, decidi não arriscar e me olhei no espelho conferindo se tudo estava em seu devido lugar. Coloquei um maço de cigarro no bolso e mantinha um cigarro entre meus dentes, levei o isqueiro próximo e acendi-o. Peguei minha jaqueta e bati a porta atrás de mim revelando o carro preto com todos me esperando. Abri a porta do automóvel e entrei no banco do passageiro. 
- Que cara é essa bro?
- A cara que eu sempre tive -me fiz de irônico, não estava para brincadeiras hoje. 
- Nunca vi uma mulher fazer isso com você antes. 
- Esse assunto hoje não! 
Seguimos o caminho silenciosamente somente ouvindo nossas respirações e o vento adentrando o carro. O clima ali dentro estava pesado, para quebrar essa sensação ruim liguei o radio, deixando as ondas sonoras ressoando no carro. As palavras tinham um significado duplo para mim, tinham um sentido diferente do dos outros o que e fez lembrar que ela estaria no mesmo pub. Além de me trazer todos esses pensamentos desnecessários, a música tinha uma batida contagiante e aproveitei para me desligar dos pensamentos ruins e me concentrar no que a noite estaria reservando para mim.
Pelo que parecia seria um local bem reservado e sem pessoas extravagantes e com poucas roupas, porém as aparências enganam, não? Sim, não era o que parecia. Entrei logo depois de Pether e observei toda a extensão do local. Luzes coloridas em todas as direções mas foscas. Um bar bem grande por vista e muitas pessoas naquele local, muito bem vestidas.
Fui direto pedir uma bebida e percebi uma garota loira me encarando mais distante a mim também tomando uma bebida de cor avermelhada. Bem bonita. Sua bebida estava por acabar e nada melhor para chamar sua atenção do que pagar uma outra bebida para ela. A garota me olhou mais uma vez e sorriu ao perceber minha ação.
- Zayn, Zayn Malik. - me sentei na cadeira ao lado olhando fixamente para a multidão, já não sabia onde estava meus companheiros.
- Lizy. Muito obrigada.
Poderia perguntar-lhe mais quantas coisas eu quisesse contudo, uma menina estava dançando e um amontoado de pessoas cercavam-a para vê-la dançar. Me despedi brevemente de Lizy e fui em direção ao círculo de pessoas. Era ela que dançava sensualmente colada a um cara desconhecido por ambos.
Ela esfregava seu corpo no do rapaz que provavelmente já estava duro. Eu ficava assim simplesmente por um toque dela, sentia a falta daquele corpo quente no meu. O toque dela, tudo. Esperei a música terminar e todos se afastarem, deixando ela vulnerável a qualquer proposto de algum homem. Embora não sejamos mais namorados, não houve um final explícito. Ainda tinha em mente que ela era minha e de mais ninguém. Percebi o garoto que dançava anteriormente com ela tentar se aproximar, fui mais rápido e a puxei fortemente pelo braço, retirando-a do pub e não me importando se eu saísse sem avisar ninguém.
- Por que você tinha que tornar tudo tão complicado?
- Tenho minhas preferências. Acho que você tem conhecimento o bastante sobre mim para reconhecer que não sou mulher que fico sem sexo enquanto o namorado está na cama com outra.
- Já te expliquei milhões de vezes que ela também não faz meu tipo -rebati na mesma frase- E foi tudo planejado, não foi culpa minha.
- É, pode ser. Também, você não estava mais dando conta.
- Duvido que alguém te fez enlouquecer o quanto eu faço. Duvido alguém ter feito você ter chegado ao seu máximo duas ou mais vezes seguidas.
- E por quê dessas incertezas?
- Porque só eu sou capaz de te fazer gritar meu nome.
Ela retirou a chave de seu carro do bolso traseiro da calça e foi em direção a ele.
- Eu dirijo. -disse convincente do que faria e tomei a frente. Essa noite eu iria fazer engolir todas as palavras que ela disse, ela pode me provocar mas eu posso fazê-la enlouquecer.
 Bati a porta já colocando a chave na ignição e logo a porta do carona também é batida. Acelerei levemente e mudei a marcha indo em direção ao um outro local que não era nem minha casa e nem o apartamento dela. Seríamos capazes de ensurdecer os vizinhos ou até fazer-los pensar que eu estava maltratando-a. Dirigi em direção ao um hotel embora a ideia inicial fosse um motel, acendi mais um cigarro e segui em direção ao local que estava cada vez mais próximo, porém ela não sabia. Senti a mão gélida dela passear livremente por minha barriga e ir abaixando cada vez mais. Desabotoou minha calça e invadiu minha boxer fazendo movimentos lentos com a mão e sem muita espera queria começar um oral.
- Não baby, o melhor fica para depois.
Subi minhas calças e logo parei o carro no estacionamento. Descemos do carro e entramos na recepção. Pedi rapidamente um quarto que estivesse livre e logo a moça me entregou e lancei a ela meu famoso sorriso com a língua entre os dentes. Percebi que ela queria flertar enquanto eu só estava sendo gentil. Chamei o elevador e esperamos ele chegar.
- Você gosta disso? -disse beijando seu pescoço já dentro do elevador. Aquele era seu ponto fraco, sabia exatamente como seduzi-la aquela noite. Recebi um gemido como resposta, porém aquilo era só o começo.
Abri a porta do quarto que era uma suíte e a conduzi para dentro. Acendi as luzes e sussurrei.
- Está noite vou te fazer minha, e te provar que eu posso ser muito melhor do que os carinhas que você pegou nesse tempo. -puxei seus cabelos para trás bruscamente e a beijei sendo reciproco.
Invadi sua boca com minha língua sem muita delicadeza e deslizei minhas mãos diretamente para sua bunda, onde minutos atrás estava havendo atrito com a do rapaz.
- Diz, diz que eu sou melhor que o garoto que estava se esfregando em você. -apertei fortemente suas nádegas. Ela gemeu e passou suas mãos por debaixo de minha camiseta.
- Diz! -disse com raiva e mordendo seu pescoço e rapidamente deixando um chupão que ficaria marca.
- Você é muito melhor Zayn, muito.
Ela envolveu suas pernas em minha cintura e dei impulso, carregando até a cama. A beijei novamente e retirei sua blusa e para minha sorte, sem sutiãs o que revelava mamilos rígidos. Levei minha boca a um deles e chupei com vontade tirando um murmúrio alto dela e repeti a mesma coisa no outro. Desci meus beijos para sua barriga vendo ela se arrepiar. Tirei a calça justa e junto a calcinha, revelando que estava exitada apenas com alguns toques.
Comecei com leves lambidas e tornei-as repetidas, alternei com meus dedos acariciando os clítoris dela e introduzindo minha língua em sua entrada a fazendo arfar.
- Mais rápido Zayn. -disse entre gemidos.
- Apenas gema.
Coloquei meus dedos e estimulei seu ponto indo rápido e a vi quase gritando de prazer. Continuei os mesmos movimentos por alguns minutos e percebi os espasmos a dominando, parei e vi sua cara de frustração.
-Sua vez.
Sem muito esforço, eu mesmo retirei minha blusa e minha calça, ficando de boxer e me sentei em uma das poltronas perto da cama. Ela se aproximou e distribuiu beijos por meu peitoral e alcançou meu membro, retirando o único pano que cobria-o. Massageou delicadamente em um "vai e vem". Sem muita espera, lambeu minha extensão bem dotada e levou-o a boca, engolindo inteiramente.
-Ah -gemi- como eu senti falta dessa boquinha aveludada.
Parei com os movimentos que já estavam rápido e estava próximo a um orgasmo. Me levantei e a posicionei na cama de quatro. Ameacei a colocar apenas a pontinha, porém retirei e fiz repetidamente, intercalando em somente esfregar meu pênis nela perto de sua entrada.
- Vai logo com isso, Zayn
Dei um tapa em suas nádegas - Somente gemidos.
Coloquei a camisinha e entrei por inteiro nela e comecei a me movimentar, ah, como eu havia sentido falta. Acariciei as costa dela e fui aumentando a velocidade de acordo com minha necessidade. Me controlei para não vir ao meu máximo agora pois ela estava se derramando em mim. Ela gemeu alto, quase em um grito mas continuei acelerando, queria que ela chegasse lá duas vezes, um orgasmo múltiplo.
Sua intimidade estava frágil e eu próximo de meu máximo. Mais uma investida contra o corpo dela e gozei e logo após ela com um urro de aprovação.
- Ainda tem dúvidas sobre o que eu posso fazer com você? -falei me deitando ao seu lado
- Nenhuma. -disse ofegante e sorrindo. - Acho que vou te provocar mais vezes para sentir o que me fez sentir sempre.
-  Nem ouse, agora você pertence a mim. Talvez esse lance de amor não funcione com nós. Vamos repetir isso até tudo ficar certo, quando não estiver. 

------------------------------------------------
Helloooo!
Espero que tenham gostado porque deu trabalho, e sem plágios okay? Vai ter consequências se me plagiarem c; Mas espero que tenha sido bom
Jana

11 comentários:

  1. Oouuuoo isso foi tipo MUITO BOM!!
    Você escreve MUITO cara,...Parabéns!
    Adorei esse imagine ;)
    Posta mais logo :)
    Beijão

    ResponderExcluir
  2. oh my god !!! Mano vc escreve muito tipo MUITOOO bem ¡!!!!!! Ameeeeiii !!!!! Zaza só vc msm hein!!! Posta mais hots c;

    ResponderExcluir
  3. Pfttttt o melhorr
    XxbiancaXx

    ResponderExcluir
  4. gozei agora JLHCDFSDGHB .
    rita

    ResponderExcluir
  5. AAAAAAAAAAAAAAAAAAA AMEI, sério escrevo Minis Imagines mais sinceramente AMEI esse, queria colocá-lo ele no meu blog mas com os créditos que eu sempre dor, posso Jana??

    ResponderExcluir
  6. cara eu nem tive coragem de ler esse hot todo mais ja sei que ta 10:-)

    ResponderExcluir
  7. Nossa vove escreve mt bem!!Adoro seus imagines

    ResponderExcluir
  8. Imagines Hots ,sempre me iludindo
    fico imaginando a menina do imagine :)

    ResponderExcluir
  9. Uau eu gozei agora meu deus estar otimo

    ResponderExcluir
  10. Tipo assim, ta otimo ! E nem ta tao HOT assim, ta suave kkkk mais ta muito boom e com o Zayn so melhora as coisas !!
    Xx. Pamela C.

    ResponderExcluir
  11. ta otimo n ficou tão HOT mais ficou otimoo

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar
Críticas construtivas são aceitas.
Não desrespeite as autoras do blog. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão excluídos.
Não peça para divulgar seu blog/página, existe uma página para isso aqui.
A comentário tem que ter relação com o assunto da postagem
Deixe o link do seu blog no final (sem o http) para retribuir a visita
Não aceito mais selos
Volte sempre ♥