Apparently - Capítulo Nove - Crise Existencial


Depois de levar uma bronca enorme sobre: "Você está aqui pra se socializar, mas eu acho que você entendeu do jeito errado!". Eu fui pro meu quarto e comecei a trocar mensagens com a Claire até pegar no sono. Devo admitir que por mais que tenhamos jeitos diferentes de se vestir e falar, viramos amigas.. eu acho.

...

Foto: reprodução.

Eleanor: Às três horas pode ser? - Assenti e voltei a prestar atenção no professor.

Hoje nós já iriamos começar a fazer aquele trabalho de química(afinal o trabalho é pra quinta, e hoje já é segunda). Toda vez que eu olhava pros meninos da sala, reparava que nenhum olhava pra mim. Já a Els só trocava sorrisos com o Niall. Já Louis virava a cara emburrado. Harry. Oh, Harry. Como esse garoto pode ser tão perfeito. Sorrindo daquele jeito que só ele sabe. 

Quem sabe algum dia eu faço plásticas e fico bonita pro Harry. Ele vai olhar pra mim. Vai gostar de mim. Talvez se eu fosse mais magra ele me olhasse. Ai, como seria bom tocar aqueles lábios perfeitos. Não é engraçado? O jeito que meninas apaixonadas agem. Garanto que já imaginei até nossa festa de casamento. Conhecendo a mãe dele. Ele conhecendo os meus pais. Seria tudo perfeito.
Mas exatamente, seria. Seu eu não fosse tão feia e estranha. Se eu não falasse com espelhos. Seu eu não fosse nerd. Se eu não fosse sozinha. Se eu não tivesse apenas uma amiga. Claire. Ela sim é minha amiga. Eleanor? Ela que se foda. Só liga pra aquele idiota ridículo que eu beijei. Ela é a garota toda perfeitinha. Tão perfeita que me enoja, que me irrita. Donna? Que se foda também. Se ela quer alguém pra fazer bullying que seja outro idiota. Porque essa idiota aqui já se cansou. 

Nossa, preciso relaxar. Já sei, Claire é a pessoa perfeita pra isso. Se quiser relaxar, encontrem-na. 

...

- Onde estamos indo? - Eu disse correndo atrás de Claire.

Claire: Estamos indo em um lugar ué. - Ela disse fazendo uma expressão de óbvio.

Você: Dá pra me dizer? - Disse já elevando o tom.

Claire: Dá pra você abaixar o tom?! Não está vendo que estou tentando fazer com que a gente saia desse lugar? - Disse levemente alterada. - Vamos logo. E fica quieta.

Fomos seguindo até o fundo da escola, por sorte ninguém nos viu. Era até engraçado o jeito que ela andava procurando o tal do "endereço". Quando finalmente ela me disse onde íamos, disse que era para a "Casa de um amigo". Mas que diabos de amigo é esse que ela não diz. Afe.

- Chegamos. Quando a gente for entrar, só fica quieta. 

Ela dizia enquanto entrávamos em um bar, ou boteco. Segurou a minha mão e foi me guiando em meio as pessoas. Mas onde já se viu um bar lotado em plena segunda-feira? E ainda mais ao meio dia? E como deixaram garotas de menores entrarem naquele lugar? Só podia ser Londres mesmo. 

Paramos em frente a uma escada no fundo do recinto. Olhou pra mim perguntando se eu estava bem e disse para eu continuar quieta. Assenti e começamos a subir lentamente a escada.

Quando chegamos ao segundo andar, paramos em frente á uma porta. E quando ela a abriu uma nuvem de fumaça veio para cima de nós. Imediatamente eu comecei á tossir. Cigarro, era o único cheiro que eu sentia naquele momento. Um garoto com os cabelos raspados(apenas nas laterais da cabeça) apareceu em meio a fumaça e nos perguntou enquanto dava uma tragada:

- Claire? O que você faz aqui?

Claire: Essa garotinha precisa de diversão. - O garoto me olhou enquanto dava outra tragada. Chegou perto de mim(bem pertinho) e soltou aquela fumaça bem em cima de minha boca. Comecei a tossir novamente.

- Acho que posso dar um pouquinho de diversão á ela. - Ele disse sorrindo travesso. Comecei a ficar com medo quando vi ela nos dando ás costas. 

Você: Cla-Claire. Aonde você vai? 

Claire: Só vou deixá-los a vontade. - Disse sorrindo enquanto descia as escadas.

- Meu nome é Zain. 

Você: Legal..

Zain: Qual é, você está realmente com medo de mim?

Você: Porque eu teria medo de você? - Eu disse quase travando.

Zain: Olha pra você, toda certinha. Quando chegou aqui começou a tossir. Provavelmente porque nunca sentiu cheiro de cigarro antes. Estou certo? - Disse me medindo mentalmente. Não respondi. - Sabia que sim.

Ele pegou a minha mão e me guiou até dentro do quarto. Se sentou numa cama e me perguntou:

Zain: E aí, o que você quer fazer?

Você: Ir embora daqui. - Eu disse curta e grossa.

Zain: Ui. - Começou a rir. - Tá nervosa. - Foi até uma cômoda e pegou um pacotinho com balinhas que aparentavam ser de menta. - Vamos. - Disse colocando uma jaqueta.

Você: Pra onde você vai me levar e porque você vai me levar.

Zain: Você é chata hein. Vamos dar uma volta pela cidade. Daí voltamos antes da Claire chegar. Okay?

Você: Serve. 

Ele riu e saímos daquele lugar. Me guiou até uma grande moto e começamos a dar voltas pela cidade. Visitamos algumas praças e quando ele olhou no relógio já eram seis horas. Pera, seis horas? Horas.. Horan.. Horan.. Els.. Els.. Como eu pude esquecer aquele trabalho?! 

Zain: O que foi? Parece meio preocupada. Estranha. Sei lá. - Disse acendendo outro cigarro.

Você: Esqueci de um compromisso hoje a tarde. Nada de mais.

Zain: Hum.. E aí, o que vai querer fazer por último?

Você: Tomar um sorvete. O que acha?

Foto: reprodução.

Zain: Você que vai pagar!

Você: O que? Não, não mesmo! Você que é o cara aqui. Tu que vai pagar. - Disse rindo enquanto o empurrava para o carrinho de sorvete.

Zain: As damas tem privilégio. - Disse enquanto ria também. Virando nossas posições me fazendo ir na frente. - Vamos.

Compramos o sorvete e no final cada um pagou o seu. Foi bem divertido. Admito que ele é um cara legal.

Zain: Já tá na hora de voltar.

Você: Ok.

Voltamos e entramos naquele lugar de novo. Subimos pro quarto e ele começou a falar.

Zain: Olha, quando ela chegar. Ela precisa pensar que a gente teve alguma coisa.

Você: Como assim?

Zain: É porque eu.. é que..

Você: O que?

Zain: Ah, esquece. Tira as suas roupas aí e deita na cama.

Você: O que? - Eu disse alterada e surpresa. Afinal não é todo dia que alguém chega e pede pra você deitar numa cama nua, ainda mais quando você é virgem. 

Zain: Não precisa ficar nua não, relaxa.

Você: Não vou tirar. Mas não vou tirar mesmo.

Zain: Ela precisa pensar que a gente transou! É assim com toda menina. Tem que fingir.

Você: Como vou saber que isso não é brincadeira?

Zain: Precisa confiar em mim!

Você: Mas..

Fui interrompida com o toque do celular dele. Ele estava meio preocupado e parecia um pouco receoso. Sussurrava coisas como: "Ela se divertiu muito.""Claro, estamos até agora aqui.""Não se preocupe, usamos camisinha.". Mas como assim? Ele diz isso assim do nada?

Zain: Tira a roupa pelo amor de Deus se não ela vai me matar. - Disse com lágrimas nos olhos. Mas o que? Um garoto que eu nem conheço quase chorando na minha frente. - Ela tá vindo. Ela já tá lá embaixo por favor.

Eu estava com medo. Mas que diabos de situação é essa? Como eu fui me meter nisso? Se é que tem algum grau de gravidade aqui.

Zain: (S/N).. - Disse secando as lágrimas.

Foto: Tumblr.

Eu o olhei e escutamos barulhos como de passos nas escadas. Era ela, o que ela faria. Porque ele disse isso? Parei de pensar tanto e quando me deparei estava semi-nua na frente de Zain. Que estava retirando sua boxe. Olhei com os olhos arregalados e tirei meu sutiã. Nos jogamos na cama de qualquer jeito e os barulhos de passos pararam. Fiquei mais nervosa ainda. Comecei a suar frio enquanto encarava sua expressão estranha. Escutamos o barulho de uma porta bater e só aí entendemos que a tal "pessoa" estava entrando no apartamento vizinho. Dei uma risadinha e disse:

- Que situação.

Zain: Não é? - Nos encaramos e notamos nossa situação. Ambos demos gargalhadas. Era tão estranho e tão certo ao mesmo tempo.

Ficamos quietos apenas aguardando Claire chegar. Já havíamos decidido que quando ela chegasse fingiríamos que estávamos dormindo. Conversamos sobre tudo. Até chegar em uma parte um tanto delicada..

Zain: Você gosta desse Harry?

Você: Digamos que sim. Digamos que eu estou apaixonada.

Deveriam estar se perguntando. Porque essa garota disse isso pra um estranho? Porque ele não era mais estranho. Haviam conversado a tarde toda. E agora estavam nus e abraçados esperando por uma pessoa que nem sinal de vida dava. Se perguntem novamente, acho que o motivo já está óbvio não está?

Zain: Ele sabe que você gosta dele?

Você: Ele nunca vai saber. Sou um nada, sabe? Ele tem garotas lindas e perfeitas ao redor. Não teria pra quê ficar com alguém tão.. tão..

Zain: Patético?

Você: Poxa.. tirou as palavras da minha boca.

Zain: Eu te entendo. Me sinto exatamente da mesma forma. - Disse fixando o seu olhar no teto.

Você: Pois é..

Zain: Mas (S/N), não tem pra que você ficar assim. Sabe, eu sei como todos nós pensamos. Todos somos iguais, mas ao mesmo tempo diferentes, sabe?

Você: Mais ou menos.

Zain: Assim, a maioria pensa do mesmo jeito. Mas tem garotas, tipo exceções que fazem com que esse negócio do "perfeitinha" seja quebrado.

Você: Entendi, uma exceção. Mas mesmo assim, ele nunca olharia pra mim. Eu imagino todos os dias antes de dormir que eu e ele tenhamos um final feliz. Sabe, conto de fadas? Mas cara, não tem como fazer isso se a minha colega de quarto transa com ele. - Fiz uma pausa para respirar. Minhas lágrimas já estavam dando sinal. - Sabe como é ter que ver todos os dias aquela puta chegar no meu quarto com um sorriso todo bobo, feliz. Aquele sorriso deveria estar estampado no MEU rosto!

Disse alterada e já chorando. Era incrível como eu era sensível para esse tipo de coisa. Ele me abraçou e me pediu para ficar calma, deu um beijo na minha testa e ascendeu um cigarro. 

_________________________________


"Ficou ó, uma bosta!"
Pois é minhas lindas e perfeitas, o capítulo de hoje não está muito bom. 
Mas mesmo assim, como está indo o Dia dos Pais de vocês? Aqui em casa teve tanta comilança que eu ainda tô cheia do almoço. Sério!
Queria agradecer a linda da Amanda Abreu(leitora), que deixou um recadinho muito fofo no meu facebook. Juro que me fez vomitar arco-íris. Um beijo Amanda! Você é um amor!
Queria dizer também que eu tô muito feliz, porque o meu blog essa semana atingiu mais de mil visualizações. Me sinto a Diva da Laje! #tôpodendo
Visitem: Sweet Nutella
Beijões minhas divas, amo vocês!
Hanna Ashley

10 comentários:

  1. amei o capitulo ri muito,ah eu visitei seu blog e achei MT legal e continua ta demais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, muito obrigada por visitar o meu blog. Fiquei tipo: "Jura que ela acha isso?!". Beijão linda, obrigada(:D).

      Excluir
  2. Ameii continuaa :)

    Amanda Xx

    ResponderExcluir
  3. hey amr pode seguir meu blog???http://imaginecomjbiebsswag.blogspot.com.br/ vlw >.<

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. só sigo se eu gostar do conteúdo, do layout e se apenas eu me interessar, caso contrário não

      Excluir
  4. eu gosto muito das suas fic's mais vc demora muito pra postar!

    ResponderExcluir
  5. Adoreeii posta o proximo o mais rapido possivel viu ahhh sera q eu e o zayn vamos fikar juntos >...< só vc para falar entao poste lego heheeh
    ~PorquinhaRosa

    ResponderExcluir
  6. AAAAAAAAAH ela falou de mim, kra que perfeita você !! Só consegui ler agora, semana de provas é uma droga D: Estou amando casa vez mais tua fic baby <333

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar
Críticas construtivas são aceitas.
Não desrespeite as autoras do blog. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão excluídos.
Não peça para divulgar seu blog/página, existe uma página para isso aqui.
A comentário tem que ter relação com o assunto da postagem
Deixe o link do seu blog no final (sem o http) para retribuir a visita
Não aceito mais selos
Volte sempre ♥