Capítulo 9 - No More

É... minha vida voltou. Quero dizer, Liam é minha vida, sem ele não sou nada, é um amor que não dá para se expressar. Eu queria evitar que qualquer coisa ruim acontecesse em minha vida, porque agora estava começando a dar certo, de novo. Eu e Liam estavamos agarrados de conchinha do sofá da sala assistindo um filme de romance, eu adorava e ele também, mas eu queria saber mais coisa que ele fez nesses 2 dias que sumiu.

SeuNome: Qual o nome da sua banda, Liam?
Liam: One Direction.
SeuNome: ONE DIRECTION??????????
Liam: Sim, porque princesa?
SeuNome: Some daqui, a Luísa vai vir em pra cá amanhã!
Liam: Não to te entendendo - risos. Quem é Luísa?

Imagine Hot Harry



Você estava na casa do seu amigo Harry, vocês não se conheciam a muito tempo, mas agiam como se fossem amigos a anos. Harry era carinhoso e atencioso. Hoje ele tinha te chamado para assistirem alguns filmes, ele foi tomar um banho, enquanto você foi beber algo na cozinha.

Você ajeitou a alça do vestido que teimava em cair pelo ombro e pegou um pouco de água na geladeira. Você se virou de costas até a pia e colocou o copo lá dentro.

- Então o que vamos comer hoje? -Você se virou ao ouvir a voz dele, e por alguns segundos sua voz sumiu. Harry estava apenas com um short, deixando a mostra o belo corpo, os cabelos ainda um pouco molhado e um sorriso malicioso nos lábios. Você se virou de volta na pia, e fingiu estar mexendo em algo.

- Eu pensei que podíamos p-pedir uma pizza. –Você tentava manter o ritmo nas palavras, mas era meio complicado.

- Como quiser. –Você apenas ouviu o barulho da tecla do telefone e Harry fazer os pedidos, dois minutos ou um pouco mais e ele desligou. Você ainda permanecia de costas, mas podia jurar que ele te olhava.

Imagine Hot Harry



Eu não sei mais acho seriamente que minha mãe não é muito normal, na verdade eu só me ferro, elá deixou eu vir morar com ela agora que eu estou maior , é porque eu morava com meus avós e com meu pai mais agora eu quis passar um tempo na casa dela, só que a lindona está viajando a trabalho logo agora e adivinha pra onde eu estou indo ? Não sei ! Pois é , não tenho noção. Ela falou pra eu ir na casa da amiga dela que ela ia adorar me conhecer. Agora eu sei porque eu morava com meus avós. 
Eu peguei um táxi e ele me deixou no endereço certo. Sai do taxi com uma mochila nas costas que parecia que eu carregava pedra, uma bolsa no braço e uma mala de rodinha na outra, bem legal minha mãe.
Vi a casa e era igual a da foto que ela me mandou.
Bati na porta umas 500 vezes e ninguém atendia.
-ALGUÉM EM CASA ???? - Gritei e vi alguem indo abrir a porta.
- Existe uma coisa chamada campainha ! - Abriu um menino sem camisa, creio que não era só a camisa que ele estava sem, ele era branquinho de cachos tinha uns olhos verdes, eu amo verde.
- Desculpa, sou filha da (s/m)  ! - Falei .
- Não sei quem é , desculpa casa errada. - Ele fechou a porta na.minha cara e eu voltei a bater.
- Que foi menina ? - Ele falou um pouco estressado.
- Deixa eu entrar pelo menos , cheguei agora de viagem estou morta de cansaço. - Falei e ele ficou me encarando parecia ter medo. - Está com medo de uma menina que não tem noção de onde está ? - Entrei e me sentei no sofá, a casa era enorme e muito bonita.
- Vou ligar pra minha mãe. - Ele falou 
- Tá, aproveita coloca uma bermuda. - Falei rindo e abri um biscoitinho salgado que eu ganhei no avião. - Estou muito estressada com a minha mãe. Fiquei comendo e lendo uma revista que estava na mesa da sala.
- É, minha mãe falou de você.
- Ata. - Sorri e continuei lendo uma matéria legal que falava sobre música e.. - Harry ? - Falei e ele olhou. - Ah, que legal você é  um daquele meninos que cantam ``What makes vou beautiful ``. - Falei 
cantando. - Joga o cabelo ? - Falei e ele começou a rir.
- Vai falar que não sabia ? - Ele disse se sentado em um dos sofá.
- Não, sou lerda as vezes. Mais isso é muito legal, me apresenta o de topete ? Ele é maior gatinho. - Falei.
- Tá né. - Ele falou um pouco assustado.
- Ah, preciso de uma foto sua minhas amigas não vão acreditar. - Eu falava e ele ria.
- Deixa eu colocar uma roupa. Não bate agora não.
- Não fica assim mesmo, eu estava brincando.
- Mais não vai posta em nenhum lugar não né ?
- Claro que vou, que idéia, nunca vejo nenhum famoso na minha vida e quando vejo não posso falar pra ninguém ? - Falei.
- Então deixa eu trocar de roupa ou você não sai na foto comigo.
-Aí como é chato ! - Falei. - Vai logo então ! - Falei e ele subiu pra colocar uma roupa, um pecado porque seu corpo é lindo. Ele demorou um pouco e eu subi também, entrei em três quartos e nenhum era o dele. 
Vi uma sobra , só podia ser ele no quarto então eu entrei, ele estava no celular  com alguém. Me sentei na cama e fiquei esperando ele terminar de falar.
- Por que não esperou lá embaixo ? - Ele disse.
- Não quis. - Dei de ombro. - Essa casa é muito bonita. - Falei.
- Só a casa ? - Ele riu.
- Claro que não ! - Me.levantei e fechei a porta do quarto.
- Não acha que está indo muito rápido ? - Ele disse e não eu não acho.
- Então tá, me desculpa. - Falei. Abri a porta do quarto e sai dali.
- Ôh menina, vem cá. - Ele disse mais eu já estava descendo as escadas. - Onde você está indo ? - Ele dizia vindo atrás de mim, eu tirei minha blusa e continuei andando, fui indo ate atrás da casa é vi um piscina bem grande, eu tirei minha calça e pulei ali mesmo. - Você é normal ? - Ele disse e eu ri.
- A água está boa não quer vir ? - Falei mordendo os lábios e ele riu.
- Não está frio ? - Ele disse se escolhendo e eu comecei a tentar soltar meu sutiã. Na mesma hora ele pulou na água e veio até mim.
Eu fui indo me encostar no canto da piscina e ele veio também. Harry veio me beijar mais eu virei o rosto. - Não te entendo ! - Ele disse e eu puxei seu rosto para um beijo. Não foi um beijo que começou lento não, foi um beijão desdo início. Eu dei umas mordidas forte em seus lábios, ele passava a sua mão pela minha bunda ia descendo e indo pra frente também, eu parei o beijo sem ar e ele foi descendo os beijos para o meu pescoço , eu comecei a me arrepiar enquanto ele distribuía chupões pelo meu pescoço.
Eu prendi minhas pernas no seu corpo, ele continuou descendo os beijos e foi indo até meus seios, ele passou suas mãos pelas minhas costas soltando meu sutiã, Harry continuou descendo o beijo e eu levantei seu rosto para um beijo de língua. Voltamos há um beijo muito quente, eu passava as minhas mãos pelo seu corpo descendo até sua cueca. 
Percebi que ele também descia sua mão, ele começou a colocar seus dedos dentro de mim, eu estava sorrindo durante o beijo porque eu estava gostando do que sentia. Harry percebeu e começou a penetrar mais seus dedos. Eu parei o beijo pra soltar um gemido. Eu comecei a dar alguns beijos molhados no seus pescoço soltando uns gemidos no seu ouvido, eu já estava bem exitada e ele parou no meio do caminho me deixando querendo mais. 
Eu desci um pouco sua box e ele terminou de descer, eu aproveite pra tirar minha calcinha.
Ele me puxou para o canto da piscina de novo e começou a penetrar seus membro, eu prendi novamente minhas pernas nele, enquanto ele fazia o movimento de vai e vem que me  fazia levantar um pouco.
Ele dava alguns chupões em meus seios enquanto eu arranhava  suas costas soltando altos gemidos. Ele foi aumentando a velocidade e me fazendo sentir mais prazer, ele também gemi só que menos, eu estava arrancando suas costas só que uma unha minha quebrou , eu comecei a bagunçar seus cabelos e logo em seguida eu cheguei no meu ápice e ele também. 
Ele tirou seu membro de mim, nossas respirações estavam ofegantes , ele olhou pra mim e sorriu de lado de um jeito safado, eu ri pois ele estava mais descabelado que uma mulher depois da transa.
- Que foi ? - Ele riu.
- Nada. - Falei. 
Ele mergulhou e jogou seu cabelo pra trás. 
Assim que ele levantou eu puxei seu braço e abracei ele, ele estava gelado e o abraço era ótimo, sua pele gelada na minha me dava alguns arrepios. Acho que ele estranhou um pouco mais ficamos assim.
- É, eu acho melhor a gente sair daqui antes de pegar um resfriado. - Ele disse.
- Tá. - Falei e levantei um pouco meu rosto para um beijo, demos um beijo molhado e gostoso, ele me deu um selinho no final e eu sorri.
- Vamos né ? - Falei. Ele colocou sua mão na minha cintura me levantou. - Ah, valeu. - Falei ele riu. Fiquei um pouco cm vergonha mais eu vi uma.toalha em uma cadeira que tinha ali fora e me enrolei. 
- Agora pega uma toalha pra mim né ? - Ele disse ainda na piscina.
- Tá bom. - Falei. Eu subi e fui para o quarto dele, peguei uma toalha e dei pra ele. Eu fui tomar banho no banheiro do quarto dele, puxei ele várias vezes mais não tomamos banhos juntos.
Tomei o banho e coloquei essa roupa quente :
Passei um perfume ótimo que vi ali , depois desci e vi ele saindo da cozinha com uma bermuda, creio que ele tomou banho.
- Usou meu perfume né ? - Ele disse.
- Não sei mais gostei. - Falei.
- Fiz chocolate quente , quer ?
- Onde já se viu negar chocolate quente ? - Falei. Fomos pra sala, ele disse que a mãe dele ia voltar hoje com minha mãe.
A gente viu um filme abraçados, ele estava sem camisa e eu fiquei encostada no seu peito, acho que até dormir um pouco.
Ouvimos a campainha e só pode ser a mãe dele com a linda, perfeita da minha mãe.
- Viu como existe campainha ? -Ele disse indo abrir a porta e eu ri.
Era mesmo a mãe dele com a minha mãe.
- Pelo visto já se conhecem né ? - Minha mãe disse se referindo a mim e o Harry.
- Cheguei agora, acabamos de se conhecer. - Falei.
- Já volto. - Harry saiu da sala.
- To vendo como acabaram de se conhecer. - Minha mãe virou meu rosto e eu vi as costas dele toda arranhada, eu corei. - Quebrou a unha né ? - Ela pegou na minha mão e eu quase cavei um buraco ali mesmo.
- Claro que não né ! - Falei.

Capítulo 8 - No More


Cheguei em casa triste e chorando, mas quando entrei, na sala havia uma pessoa. Um homem que nunca tinha visto, que não conhecia, e que se fosse alguém que conhecia, haveria mudado.  Entrei com um olhar desconfiado, sentei perto dele e começei a conversar.
SeuNome: Quem é você?
Ele: Você não está me reconhecendo, SeuNome?
SeuNome: Eu te conheco? Como você sabe meu nome?
Ele: SeuNome, sou o Liam... lembra?
SeuNome: Hahahahaha, essa teve graça. Não é não, você é totalmente diferente dele.
Liam: Eu mudei, mudei minha vida, mudei de visual, resolvi volta pra você, aconteceram muitas coisas.
SeuNome: É SÉRIO? ENTÃO PODE INDO EMBORA DA MINHA CASA, AGORA!
Liam: Não SeuNome. Deixa eu me explicar.
SeuNome: EXPLICAR? EXPLICAR É O CARAMBA! VAI EMBORA!
Liam: Não vou não SeuNome. Me desculpe mas eu quero me explicar, explicar tudo o que tava acontecendo.
SeuNome: Que saco hein, poxa vida, mas fala logo antes que eu fique mais extressada. - você diz com seus olhos lacrimejando.

Recomendo - Fanfics Interativas

Hey! Mudei algumas coisinhas aqui no blog *-* E vamos ter uma nova adm, só estou esperando o email de resposta dela.
Enfim, como eu não estou postando imagines com a mesa frequência de antes ( i'm so sorry :c ) vou deixar aqui alguns imagines interativos que eu gosto e já li.

O primeiro é famosa e acredito que muita gente conhece que é 500 days in London. A protagonista, ou seja, você é uma fã apaixonada por McFly e acaba se apaixonando também pelo direction à sua escolha.

A segunda é Moments. Ela foi a primeira interativa que eu li e me apaixonei logo nos primeiros capítulos, porém todos que leem ela chora, então se você não gosta de chorar, então sorry. Vale a pena.

A terceira e a mais fofa é Oh how i wish that was me. O Niall nesta vai ser fixo, mas é bem desenvolvida como as outras. Uma coisa que eu mais gosto nela é de eles serem amigos de infância e essas coisas.

É isso, espero que leiam e aproveitem bastante.
Kisses. Jana.

Capítulo 7 - No More


Depois que conheci Liam, minha vida ficou complicada, cada vez mais acontecia coisas ruins comigo. Eu chorava a cada dia que passava me lembrando de Liam e não conseguia mais parar, mas uma coisa, uma notícia, me fez sofrer mais ainda. Cheguei em casa tranquilamente, mas triste por dentro, claro. E havia policiais em casa e uma ambulância, o que será que era? Fui correndo pedir informação a eles.
Seu Nome: Porque vocês estão aqui?
Policia: Você não soube ainda? Você é irmã de Caio, certo?
Seu Nome: Sim! O que aconteceu com ele? Fala logo!
Policia: Seu irmão foi vitima de um assassinato em sua própria casa, houve um assalto nessa rua e ele acabou sendo atingido. Onde você estava?
Seu Nome: O QUE? COMO? MAS MAS MAS! NÃO IMPORTA ONDE EU ESTAVA, EU NÃO DEVERIA TER IDO NA CASA DAQUELE IDIOTA, DEVIA TER FICADO AQUI! - você diz chorando.
Policia: Quem? Se acalme.